Qualidade

Desde a sua fundação que o compromisso com a melhoria continua, focado na promoção da qualidade de vida das pessoas assistidas, faz parte e é inerente à Identidade Hospitaleira. A CSCP assume, como seu, este compromisso, em procurar fazer sempre melhor, tal como o fundador S. Bento Menni preconizava: Fazer o bem, bem feito. Todos os Documentos Estratégicos Congregacionais desde então priorizam as ações de encontro à qualidade assistencial.

 

A CSCP possui e implementa um Sistema de Gestão – European Quality in Social Services – EQUASS, que é um motor de inovação, desenvolvimento e diferenciação do serviço hospitaleiro, obtendo a certificação de nível I – Assurance em 2014, 2016 e 2018.

 

A Casa de Saúde Camara Pestana de acordo com o IIHSCJ, responsabilizou o Departamento da Qualidade de aplicar nos diferentes contextos da instituição os requisitos específicos do Sistema de Gestão da Qualidade de acordo com o referencial EQUASS Assurance, validado por entidade externa, e fomentar o desenvolvimento de uma cultura de qualidade com vista a melhoria contínua e à satisfação das necessidades e expectativas das pessoas assistidas e demais partes interessadas. Para a CSCP este sistema pretende ser um aliado estratégico de apoio ao desenvolvimento dos serviços, reforçando deste modo o compromisso com a qualidade e a melhoria contínua. A implementação e manutenção do Sistema de Gestão da Qualidade envolve todos os membros da organização com responsabilidades diferenciadas para a dinamização e melhoria dos processos de trabalho, no âmbito de todas as áreas e serviços.

 

O Departamento da Qualidade tem como objetivos:

• Assegurar a qualidade às partes interessadas;

• Estimular o desenvolvimento e modernização dos serviços prestados;

• Promover o compromisso dos profissionais com a qualidade e melhoria continua.

 

Este serviço também pretende reforçar novas práticas de qualidade nos cuidados prestados, através da identificação e satisfação das necessidades das partes interessadas; da promoção da sustentabilidade; na promoção da qualidade do desempenho dos colaboradores e das suas competências e no planeamento, monitorização, análise e revisão sistemática da prestação de cuidados, numa lógica de melhoria contínua. Neste sentido, garantir que o Sistema de Gestão da Qualidade funciona como um instrumento de qualidade reconhecido pelos seus utilizadores.